Entrevista originalmente postada no site Deadline.

Se você é um ator, a história de Evan Peters será absolutamente inspiradora. Ele era um garoto do Missouri que se apaixonou por filmes e pelos personagens que veria neles, e um encontro casual com um casting deu-lhe o ímpeto de implorar a seus pais que o deixassem se mudar para Hollywood com apenas 15 anos. Na segunda audição, ele conseguiu o emprego e, eventualmente, alcançou seu objetivo de conhecer as gêmeas Olsen (ou pelo menos uma delas).

Desde ent√£o, Peters n√£o parou mais em uma jovem carreira que j√° lhe rendeu um Emmy por Mare of Easttown e um Globo de Ouro no in√≠cio deste ano por seu aclamado trabalho como o serial killer Jeffrey Dahmer em Dahmer ‚Äď Monster: The Jeffrey Dahmer Story na Netflix. Ele tamb√©m √© produtor da s√©rie limitada com Ryan Murphy e foi cuidadoso com a abordagem dele e do programa para contar a hist√≥ria desse not√≥rio assassino. Desde a ado√ß√£o de seus atributos f√≠sicos at√© a perman√™ncia no personagem o tempo todo, Peters colocou tudo de si no papel, mas no epis√≥dio desta semana da minha s√©rie de v√≠deos no site Deadline, “The Actor’s Side”, ele me disse que essa ser√° sua √ļltima caminhada no lado negro da humanidade por muito tempo. Voc√™ n√£o pode culp√°-lo. Murphy tamb√©m o colocou em v√°rias temporadas de American Horror Story como uma variedade de personagens desagrad√°veis, incluindo at√© mesmo outro serial killer, e Peters sente que √© hora de mudar.

Ele adorava interpretar seu papel vencedor do Emmy como o Detetive Colin Zabel, contracenou com Kate Winslet em Mare, um cara normal que teve um fim tr√°gico e chocante, e ele me diz que aprendeu muito com a experi√™ncia de trabalhar com a estrela veterana. Ele inclusive j√° fez parte do Universo Cinematogr√°fico da Marvel interpretando Peter/Merc√ļrio em v√°rios filmes dos X-Men, al√©m de WandaVision, e tem muito, muito mais por vir.

Confira a entrevista completa e legendada pela nossa equipe:

Evan Peters esteve em mais temporadas de “American Horror Story” do FX do que qualquer outro ator masculino, aparecendo em todas elas, exceto na temporada 9, “AHS: 1984.” (Sarah Paulson corresponde ao hist√≥rico de atores femininos.) Depois de ganhar um Emmy neste outono por ‚ÄúMare of Easttown‚ÄĚ da HBO, Peters voltou √† ‚ÄúAHS‚ÄĚ durante a t√£o esperada temporada atrasada pela pandemia, ‚ÄúDouble Feature: Red Tide.‚ÄĚ Na √ļltima d√©cada, quase todos os seus personagens ficaram com os espectadores (vamos fingir que Jeff Pfister n√£o existiu). Mas quais s√£o os seus melhores absolutos? Abaixo, reduzimos a lista aos cinco melhores personagens de “American Horror Story” de Evan Peters de todos os tempos. Concorda ou discorda de nossas escolhas? Certifique-se de falar na se√ß√£o de coment√°rios.


1. Kai Anderson (‚ÄúCult”) – Por seu papel como um l√≠der de culto inspirado pela direita alternativa com cabelo azul e uma fixa√ß√£o por Cheetos, Peters ganhou indica√ß√Ķes de ator principal no Critics Choice Awards e nosso pr√≥prio Gold Derby Awards. ‚ÄúCult‚ÄĚ foi uma vers√£o √ļnica por depender mais de sustos realistas (palha√ßos assassinos, abelhas assassinas, membros de seita assassina) do que horrores sobrenaturais, o que tornava Kai ainda mais assustador. Voc√™ pode imaginar este poderoso egoman√≠aco como seu vizinho?

2. Tate Langdon (“Murder House” e “Apocalypse”) – O fantasma original com um cora√ß√£o de ouro, Tate foi a grande introdu√ß√£o dos f√£s a Peters no primeiro ciclo de “American Horror Story“. Mesmo que Tate fosse um sociopata que morreu atirando em sua escola, n√≥s simplesmente n√£o consegu√≠amos nos saciar o suficiente de sua hist√≥ria de amor com Violet (Taissa Farmiga). Os telespectadores se reuniram com os pombinhos quase uma d√©cada depois, quando as bruxas de ‚ÄúApocalipse‚ÄĚ viajaram para a ‚ÄúMurder House‚ÄĚ para tentar aprender como matar o anticristo.


3. James Patrick March (“Hotel” e “Apocalipse”) – “Hotel” com tema de vampiros e fantasmas ofereceu a Peters sua primeira chance de ser um vil√£o puramente antip√°tico, como o assassino em s√©rie March. O privilegiado empres√°rio de petr√≥leo gostava de torcer o bigode enquanto matava seu caminho at√© o topo, incluindo sua pr√≥pria esposa, a Condessa (Lady Gaga), quando ela o traiu. Peters realmente gostou de interpretar esse personagem, sem d√ļvida gra√ßas ao sotaque transatl√Ęntico √ļnico de March.


4. Kit Walker (‚ÄúAsylum‚ÄĚ) – Ao contr√°rio das outras performances mencionadas acima, onde Peters era o vil√£o principal, ele retratou uma v√≠tima em ‚ÄúAsylum‚ÄĚ, um homem falsamente acusado de matar sua esposa. Kit foi condenado a um sanat√≥rio onde rapidamente conquistou a simpatia de seus companheiros de pris√£o, bem como o p√ļblico em casa. O personagem se tornou o melhor amigo da jornalista Lana Winters (Paulson) enquanto eles lutavam para sobreviver, com sua jornada o deixando cara a cara com monstros e alien√≠genas.

5. Austin Sommers (“Double Feature: Red Tide“) – Peters abra√ßou totalmente seu lado maluco como Austin, um dramaturgo que viaja para a pequena cidade de Provincetown, Massachusetts, todo inverno para um pouco de D & R & SS – descanso, relaxamento e sangue – suc√ß√£o. Ele e sua parceira no crime, a romancista Belle Noir (Frances Conroy), ganham seu imenso talento tomando p√≠lulas pretas, mas um efeito colateral faz com que eles precisem beber sangue humano. Austin tamb√©m tinha uma queda por cantar no karaok√™ e se apresentar como drag.

Para ler a entrevista em inglês no site oficial, clique aqui.

O jornalista Patrick Caoile do site Collider fez uma retrospectiva dos pap√©is deste ano de Evan na TV, e provou que Evan consegue cativar o p√ļblico com pap√©is muitas vezes “normais”. Clique aqui para ler a mat√©ria em ingl√™s.

 

De ‘WandaVision‘ a ‘Mare of Easttown‘ a ‘American Horror Story’, Peters provou ser charmoso, legal, mas um cara normal.

Nem todo ator precisa ser um ator principal para conquistar o cora√ß√£o do p√ļblico. √Äs vezes, basta uma s√©rie de pap√©is coadjuvantes que destacam as atua√ß√Ķes calmas, legais e contidas de um ator. Evan Peters vem acumulando esses pap√©is ao longo dos anos – desde suas apari√ß√Ķes regulares em American Horror Story, que come√ßou com Tate Langdon da primeira temporada, at√© seu papel coadjuvante como o melhor amigo do super-her√≥i titular em Kick-Ass e seu pr√≥prio papel de super-her√≥i na franquia X-Men como Merc√ļrio em X-Men: Dias de Futuro Passado. Sua fama n√£o √© necessariamente uma lista A, mas ele conquistou popularidade de longa data entre os f√£s fi√©is de AHS. E enquanto muitos hesitaram em sua escolha inicial como o velocista prateado – o papel j√° retratado por seu colega de elenco Aaron Taylor-Johnson em Vingadores: Era de Ultron – seu cabelo cor de cromo e √≥culos e jaqueta combinando conquistaram seus cr√≠ticos iniciais atrav√©s de seu di√°logo r√°pido e √°gil.

Mas, ao longo de um √ļnico ano, em 2021 Peters nos comoveu com v√°rios pap√©is. No in√≠cio deste ano, Peters deu aos f√£s da Marvel um presente ao reprisar seu papel como Merc√ļrio no WandaVision da Disney +. Mais tarde, Evan apareceu em Mare of Easttown, da HBO, ao lado de Kate Winslet como sua jovem e charmosa parceira investigativa. Agora, Peters retorna para a d√©cima temporada de AHS como um vampiro que trabalha como escritor em uma cidade do tipo misteriosa da Nova Inglaterra. Todas as tr√™s performances de 2021 destacam o charme de Peters como um cara comum, que continua a trabalhar a seu favor nesses projetos gigantescos.

Quando WandaVision estreou na Disney + em janeiro passado, os f√£s da Marvel estavam famintos por conte√ļdo de super-her√≥is, uma vez que a pandemia atrasou muitos dos filmes e programas de streaming planejados do MCU. Esse fervor continuou √† medida que a s√©rie ca√≠a e cada epis√≥dio era lan√ßado semanalmente, resultando em um fluxo intermin√°vel de teorias e especula√ß√Ķes dos f√£s. Apesar dos rumores de que Evan Peters apareceu em¬†WandaVision nos meses que antecederam a estreia, nada havia sido oficial. Isto √©, at√© a ang√ļstia de um final para o Epis√≥dio 5. Intitulado, “Em um Epis√≥dio Muito Especial”, era, de fato, especial: Enquanto Wanda (Elizabeth Olsen) e Vision (Paul Bettany) chegam ao fim de uma discuss√£o acalorada, a campainha da porta da frente toca. Enquanto observamos Wanda ir abri-la, Darcy (Kat Dennings) – do mundo real fora do mundo m√°gico de uma sitcom da bruxa Scarlett – faz um paralelo com nosso pr√≥prio suspense. “Wanda”, Vision pergunta a Wanda com uma express√£o vazia, “Quem √© este?” A c√Ęmera faz uma panor√Ęmica atr√°s de uma cabe√ßa de cabelo prateado antes de cortar seu rosto. N√£o, n√£o √© a vers√£o de Aaron Taylor-Johnson de Pietro Maximoff, mas a vers√£o de Evan Peters do universo Fox / X-Men! Ou assim pensamos.

Apesar de sua apar√™ncia ser uma pista falsa para o iminente multiverso da loucura – como este Pietro √© apenas um impostor que foi amarrado aos planos nefastos de Agatha Harkness (Kathryn Hahn) – Evan Peters conseguiu manter a persona de “mano legal” que ele t√£o naturalmente desenvolve como sua opini√£o sobre Quicksilver em X-Men: Dias do Futuro Passado, X-Men: Apocalipse e Dark Phoenix. Embora ele possa ter sido mal atendido no filme final do conjunto dos X-Men – ferido nas m√£os de Jean Gray (Sophie Turner) – WandaVision deu-lhe outra chance no papel.

“O irm√£o perdido h√° muito tempo consegue apertar a irm√£ fedorenta dele ou o qu√™?” √Č assim que o Pietro de Peters entra no mundo do MCU, ostentando uma camisa de colarinho descolada e jaqueta de couro preta (ele manteve seu senso de estilo desde quando foi apresentado pela primeira vez em Dias de Futuro Passado). Em seu epis√≥dio subsequente – o epis√≥dio especial de Halloween em que Peters consegue vestir o cl√°ssico terno Quicksilver dos quadrinhos – Billy Maximoff (Jullian Hilliard) chama seu tio Pietro de ‚Äúhomem crian√ßa‚ÄĚ. O termo √© uma descri√ß√£o precisa de Pietro de Peters, mas √© ainda mais aplic√°vel quando sua identidade real √© revelada. No estilo t√≠pico da Marvel, como o Mandarin revela em Homem de Ferro 3, este Merc√ļrio n√£o √© um speedster, mas um ator, Ralph Bohner. Sua resposta simples: uma risada. ‚ÄúBoner‚ÄĚ (palavra usualmente usada para definir tes√£o em ingl√™s), ele brinca sobre seu pr√≥prio nome. √Č essa qualidade de ‚Äúcara‚ÄĚ que ele injeta em seu papel de super-her√≥i que o torna o favorito dos f√£s. Seja como um tio muito distante ou algum ator fracassado, Peters retrata com credibilidade as qualidades do homem comum de seu Merc√ļrio.

Em um exemplo mais discreto do homem comum, Evan Peters apareceu em seguida em Mare of Easttown da HBO. O show j√° criou uma forte lideran√ßa na Mare de Kate Winslet, uma m√£e solteira e proeminente detetive da pol√≠cia na cidade de Easttown, Pensilv√Ęnia. Depois que o suspense do primeiro epis√≥dio terminou com o assassinato de uma adolescente local, Peters √© apresentado no segundo epis√≥dio como Colin Zabel, um jovem e bonito detetive trazido por seus superiores para ajudar Mare no caso. As duas cabe√ßas se op√Ķem, principalmente por causa da relut√Ęncia de Mare em compartilhar o caso com um detetive externo. Mas quando Mare encontra Zabel em um bar, ela se suaviza com ele – seus olhos b√™bados e inchados, suas palavras arrastadas e seu charme peculiar, at√© idiota. ‚ÄúVolte para seus amigos,‚ÄĚ Mare diz a ele. Mas Zabel est√° relutante e diz: ‚ÄúN√£o sei se quero voltar com eles. Acho que prefiro ficar aqui com voc√™.” No fundo, ‚ÄúMr. Brightside” toca, uma faixa apropriada quando o show cria um dilema rom√Ęntico para Mare: ela escolher√° Zabel de Peters ou o escritor e professor de Guy Pearce, Richard Ryan? Assim que Mare come√ßa a se entusiasmar com Zabel, o p√ļblico tamb√©m se apaixonou por Peters.

Conforme o show avan√ßa, vemos Zabel fazer avan√ßos em dire√ß√£o a Mare, trazendo seu caf√© e, eventualmente, convidando-a para um encontro. A juventude esperan√ßosa de Zabel elogia a autoridade cansada e experiente de Mare. Ele quer mais para Mare do que apenas uma rela√ß√£o de trabalho, apesar de sua insist√™ncia e obsess√£o com o caso. Quando os dois se confrontam sobre seus sentimentos, Zabel re√ļne coragem para beijar Mare, perguntando a ela: “Como voc√™ sabe o que eu quero?” Claramente, Zabel a quer – seu sorriso r√°pido e aquelas covinhas revelam. S√£o essas pequenas escolhas que Peters d√° em sua performance que tornam Zabel um personagem t√£o agrad√°vel e amoroso para Mare. O relacionamento n√£o depende apenas do desempenho de Kate Winslet; Evan Peters consegue se manter ao lado e igualar a atriz vencedora do Oscar. √Č por isso que, no mesmo epis√≥dio de seu beijo, a morte de Zabel nas m√£os de um suspeito atingiu com tanta for√ßa muitas pessoas.

Finalmente, na d√©cima temporada de American Horror Story, Evan Peters retorna ao show onde a maioria das pessoas notou pela primeira vez seu charme infantil. Enquanto ele se tornou mais um personagem secund√°rio na AHS em compara√ß√£o com suas apari√ß√Ķes anteriores nas primeiras temporadas, Peters ainda √© t√£o cativante. Sua primeira cena como o romancista Austin Sommers, cuja criatividade √© alimentada por p√≠lulas que lhe d√£o vontade de se alimentar de sangue, envolve um dueto cantando com Belle Noir de Frances Conroy. Em sua interpreta√ß√£o de “Islands in the Stream” de Dolly Parton e Kenny Rogers, Peters exagera seu rosto e faz gestos com as m√£os no ar, dramatizando a can√ß√£o de amor em uma performance mais parecida com um karaok√™ do que um artista leg√≠timo da madrugada.

E como escritor de dia, seu personagem veste um pijama preto de seda que comprou em Paris. ‚ÄúEles custam uma fortuna‚ÄĚ, diz ele ao escritor Harry Gardner (Finn Wittrock), ‚Äúmas eu li em algum lugar que as pessoas gostam mais das coisas se voc√™ pagar muito por elas‚ÄĚ. Existe algo mais sombrio por tr√°s dessa bravata suave? Claro, j√° que ele √© c√ļmplice de Belle Noir e de seus planos vampirescos e intrigantes. Mas Peters ainda imbui seu desempenho de Sommers com sua marca registrada, atitude de homem comum. Enquanto a temporada ainda est√° em andamento, quem sabe para onde o personagem de Evan ir√°. Mesmo assim, esta √© apenas a primeira parte da d√©cima temporada de “Double Feature” de AHS – √© seguro supor que Peters encontrar√° uma nova maneira de adaptar suas sensibilidades de cara comum para outro personagem na segunda metade da temporada.

Enquanto outros atores podem sentir a necessidade de superação Рespecialmente com um papel como um agressor rápido, ou como um escritor viciado em drogas que transforma vampiros, ou quando vai contra talentos como Kate Winslet РEvan Peters assume todos esses projetos a partir do momento de visão de um cara comum e identificável. As nuances de seus personagens são entregues em performances que destacam seu charme calmo e sereno. Não é à toa que ele se tornou o namorado da América durante seu tempo limitado no ar em Mare of Easttown. Evan Peters pode não ser um nome familiar ainda, mas ele se tornou um dos rostos mais reconhecíveis na televisão.

 

Fonte: PopBuzz

American Horror Story est√° nos dando uma performance drag de Evan Peters.

Bem, parece que aqueles rumores sobre¬†Evan Peters¬†aparecendo como uma drag queen em¬†American Horror Story: Double Feature¬†eram verdadeiros porque o trailer do epis√≥dio da pr√≥xima semana chegou e… apresenta Evan completamente drag.

Na semana passada, os telespectadores viram Evan Peters interpretar ‘Islands In the Stream’ de Dolly Parton e Kenny Rogers. Esta semana, ele lan√ßou uma vers√£o de ‘Too Much, Too Little, Too Late’. E na pr√≥xima semana, ele vai subir ao palco para cantar e abrir caminho atrav√©s de uma apresenta√ß√£o em frente a um bar cheio de drag queens.

√Ä medida que mergulhamos cada vez mais em¬†AHS: Double Feature¬†– ‘Red Tide’, come√ßamos a aprender mais e mais sobre a hist√≥ria dos personagens que vivem na isolada comunidade de Provincetown.

Baseado no trailer, parece que o epis√≥dio 4 – intitulado ‘Blood Buffet’ – consistir√° em flashbacks detalhando a hist√≥ria de como Belle Noir (Frances Conroy) e Austin Sommers (Peters) acabaram em Provincetown e como eles acabaram pegando as p√≠lulas pretas de The Chemist’s (Angelica Ross).

Antes de ser apresentado √†s p√≠lulas por Belle, parece que Austin era uma artista drag. Ele pode ser visto no palco enquanto o p√ļblico, incluindo Mickey (Macaulay Culkin), Karen (Sarah Paulson) e outras drag queens, torcem por ele no bar.

Mais detalhes do episódio não foram revelados ainda, mas fotos tiradas no set parecem mostrar que um evento de Noite de Drag está acontecendo em um bar local.

Artistas profissionais de drag também foram vistos no set durante as filmagens do episódio, embora atualmente não esteja claro quem aparecerá. Os relatórios dizem que um conjunto de cerca de 10 artistas drag (locais e mais conhecidos) aparecerão no episódio, com o lendário ícone de drag Chad Michaels também tendo um papel.

Willam tamb√©m falou sobre uma audi√ß√£o para o show, mas acabou n√£o sendo escalado.¬†O vencedor do RuPaul’s Drag Race¬†All Stars 5¬†, Shea Coule√©, e o¬†vencedor de¬†All Stars¬† 4, Mon√©t X Change¬†, compartilharam que fizeram um teste para um papel na temporada.

 

Fonte: Screen Rant

O n√ļmero de vampiros na 10¬™ temporada de AHS est√° crescendo, e parece que Austin pode estar perdendo a magia da p√≠lula negra e se transformando em uma “Pessoa P√°lida”.

Embora ele tenha permanecido v√≠vido e com apar√™ncia humana por anos desde que come√ßou a tomar as p√≠lulas pretas, a temporada 10 de American Horror Story¬†est√° sugerindo que Austin est√° lentamente se transformando em uma temida “Pessoa P√°lida”. Em uma nova abordagem sobre as¬†lendas de vampiro,¬†American Horror Story: Red Tide¬†segue uma cidade de Cape Cod cujos residentes em tempo integral e de inverno abrigam segredos sinistros de serem assassinos sugadores de sangue. A forma como os residentes de Provincetown se tornam vampiros √© por meio de misteriosas p√≠lulas pretas feitas por The Chemist, que d√£o aos usu√°rios talentosos uma abund√Ęncia de inspira√ß√£o instant√Ęnea para seu of√≠cio com o efeito colateral n√£o convencional de uma sede de sangue.

Ainda mais assustador do que simplesmente exigir sangue para manter a inspira√ß√£o viva, aqueles que tomam as p√≠lulas pretas, mas s√£o inerentemente sem talento, tornam-se “Pessoas P√°lidas”. Eles s√£o as criaturas p√°lidas que vagam pela cidade se contorcendo e se concentrando exclusivamente em sua pr√≥xima refei√ß√£o. Embora¬†AHS¬†n√£o tenha apresentado nenhuma das “Pessoas P√°lidas” como personagens, os f√£s teorizaram que¬†Doris logo se tornar√° uma vampira, embora seja uma “P√°lida”. Quase todos os personagens de¬†AHS: Red Tide¬†s√£o usu√°rios talentosos da p√≠lula preta, embora a temporada pare√ßa sugerir que um dos escritores not√°veis se tornar√° uma “Pessoa P√°lida”.

A 10¬™ temporada de AHS n√£o explicou o que acontece quando algu√©m que uma vez prosperou sem as p√≠lulas com seu talento de repente perde a criatividade. A estipula√ß√£o √© que √© preciso ter talento para que as p√≠lulas pretas funcionem e mantenham o usu√°rio relativamente normal, embora Austin Sommers (Evan Peters), um dramaturgo vencedor do Tony, pare√ßa estar ficando cada vez mais p√°lido √† medida que a¬†Red Tide avan√ßa. Ele s√≥ teve inspira√ß√£o uma vez na temporada 10, o que, quando combinado com sua pele p√°lida em crescimento, indica que sua criatividade est√° se esgotando e as p√≠lulas pretas de AHS n√£o est√£o mais funcionando para ele.Se isso for verdade, Austin provavelmente se tornar√° outro dos solit√°rios vampiros “Pessoa P√°lida” de Ptown no final de¬†Red Tile.

Depois que Belle, Harry e Austin passaram a alimentar-se todas as noites de alguns viciados em drogas na cidade, Austin parecia ainda mais p√°lido do que antes, quando faria mais sentido para ele ficar mais colorido e voltar √† vida depois de beber o sangue. Al√©m disso, ele era muito mais animalesco do que Belle ou Harry enquanto realmente se alimentava, sugerindo que ele pode estar desenvolvendo os atributos canibais mais desumanos do Povo P√°lido. A promo do epis√≥dio 4 da¬†¬†10¬™ temporada de¬†American Horror Story tamb√©m mostra Austin como uma ex-drag queen, mostrando que ele j√° tem acesso a perucas e maquiagem que podem ajud√°-lo a se esconder e se tornar uma “Pessoa P√°lida”. O pr√≥ximo epis√≥dio parece ser um flashback das introdu√ß√Ķes de Belle e Austin √† p√≠lula preta, o que poderia mostrar sua queda em desgra√ßa no auge de seu talento para ganhar o Tony para sua perda fatal de criatividade.

√Č poss√≠vel que Austin tenha perdido seu talento; ele √© um jovem que j√° criou muitas pe√ßas premiadas e pode estar perdendo o controle – ou que as p√≠lulas pretas acabam transformando todo mundo em uma “Pessoa P√°lida”. Se Austin mostrar mais sinais de transforma√ß√£o, como perda de cabelo ou controle das fun√ß√Ķes motoras, isso pode fazer com que Belle ou The Chemist forne√ßam hist√≥rias sobre algumas das “Pessoas P√°lidas” atuais; √© prov√°vel que alguns tenham sido escritores, m√ļsicos, etc. talentosos que usaram todo o seu talento e inspira√ß√£o. Muito do di√°logo de¬†vampiro de AHS: Red Tide o torna uma met√°fora para Hollywood, onde muitas pessoas s√£o sugadas de seu talento e descartadas √† irrelev√Ęncia. √Č parte do motivo pelo qual Ursula n√£o se abalou com a natureza confusa da cidade e sua explora√ß√£o das p√≠lulas negras e do talento das pessoas, mostrando que, mesmo que ela mesma n√£o tome a p√≠lula de¬†American Horror Story, ela ainda √© uma sugadora de sangue que lucra com o talento de outros.

 

Fonte: Screen Rant

A temporada 10 de American Horror Story, Double Feature, nos deu uma prévia do retorno de alienígenas, o que significa que AHS pode finalmente resolver os mistérios extraterrestres de Asylum.

Formas de vida alien√≠genas apresentadas nos teasers da¬†10¬™ temporada¬†de American Horror Story¬†sugerem que a s√©rie finalmente responder√° √†s perguntas deixadas pelo enredo alien√≠gena de¬†AHS: Asylum. American Horror Story: Asylum¬†levou a s√©rie de volta a 1964, enfocando as atrocidades de institui√ß√Ķes mentais sancionadas pela igreja enquanto explora os pacientes, administradores e m√©dicos em Briarcliff Manor. Al√©m de coment√°rios culturais, ¬†Asylum¬†de Ryan Murphy, tamb√©m incorpora mist√©rios alien√≠genas paranormais¬†e o desenvolvimento de um assassino em s√©rie que exacerba os conflitos.

American Horror Story lançou alguns teasers que indicam alienígenas e sereias (Sirens) serão combinados como a base de terror da 10ª temporada, American Horror Story: Double Feature. Ryan Murphy nunca usou criaturas mitológicas subaquáticas em American Horror Story antes de Double Feature, mas os alienígenas desempenharam um papel fundamental na 2ª temporada Asylum. American Horror Story é notável por conectar temporadas de antologia após anos de dormência em tópicos, o que sugere que os alienígenas que retornam à série irão evoluir ainda mais sua história desde a segunda temporada.

Asylum¬†deixou o p√ļblico com v√°rias perguntas persistentes sobre os alien√≠genas que sequestraram Alma Walker e, eventualmente, seu marido, Kit Walker.A¬†2¬™ temporada de American Horror Story¬†indicou que Kit era uma pe√ßa importante da miss√£o dos alien√≠genas na Terra, mas nunca explicou por que eles o sequestraram, para nunca mais ser visto.Asylum¬†tamb√©m nunca revelou o que os experimentos significavam ou qual era seu prop√≥sito para conduzi-los, o que minou parte de sua presen√ßa misteriosa e desligada. Double Feature¬†trazer de volta os alien√≠genas provavelmente tamb√©m resolver√° o que os alien√≠genas queriam da Terra e dos humanos em primeiro lugar. Considerando que sua estadia parecia ser bastante tempor√°ria e sua necessidade de experimenta√ß√£o era amb√≠gua, ainda h√° uma s√©rie de quest√Ķes n√£o resolvidas da 2¬™ temporada que a pr√≥xima temporada pode responder.

Um dos maiores mistérios de American Horror Story: Asylum era o Micro-bot que o Dr. Arden encontrou no pescoço de Kit enquanto o preparava para uma neurocirurgia experimental. Ele notou um caroço que, quando removido, parecia ser um microchip de tecnologia alienígena misteriosa. Depois de remover o micro-bot, ele cresceu seis pernas e fugiu, embora o Dr. Arden o tenha segurado e tentado dissecar sem sucesso seus pedaços antes de perceber que era praticamente indestrutível e poderia se recompor. Arden acreditava que o chip era um software espião dos alienígenas, o que foi confirmado quando eles apareceram depois que o coração de Kit parou. A função real do chip e por que ele foi colocado no Kit foi deixada em aberto, então a presença alienígena de Double Feature pode chegar ao fundo de sua experimentação de implante, também.

Afinal, há um precedente para isso. Depois de sete temporadas subsequentes, Ryan Murphy finalmente voltou para Murder House em AHS: Apocalypse e respondeu algumas perguntas importantes sobre os Harmons e os Langdons. Da mesma forma, a mesma temporada trouxe de volta alguns personagens amados de AHS: Coven e resolveu muitos dos mistérios que a temporada centrada em bruxas nunca respondeu. Rumores de atores sendo escalados como John F. Kennedy, Marilyn Monroe e Richard Nixon em Double Feature chamaram a atenção, o que, se correto, significaria que a décima  temporada de American Horror Story ocorreria apenas um pouco antes de Asylum e deixaria espaço para a trama alienígena para levar até o rapto de Alma.

 

Fonte: Screen Rant

Ele apareceu em nove temporadas da antologia de terror aclamada pela crítica American Horror Story, mas quais são os episódios favoritos de Evan Peters? American Horror Story estreou em 2011 como ideia do escritor / diretor de televisão Ryan Murphy, também conhecido por séries populares como Glee ou American Crime Story. A série é conhecida por seus membros recorrentes do elenco, conforme eles enfrentam novos cenários, tramas e personagens horríveis em cada temporada.

Os atores Sarah Paulson e Evan Peters, notáveis por aparecerem todos os anos desde a 1ª temporada, estiveram ausentes na 9ª temporada, AHS: 1984. A querida dupla fará um retorno para a 10ª temporada, que se aproxima, AHS: Double Feature. Peters fez sua estreia em American Horror Story como o fantasma residente Tate Langdon em Murder House, um adolescente que procura a assistência psiquiátrica do novo inquilino Ben Harmon e se apaixona por sua filha Violet. Desde então, Peters interpretou um paciente mental, um garoto zumbificado da fraternidade, um membro do freak show, um assassino em série enlouquecido, ator, psicopata da direita alternativa e cabeleireiro.

Como ator favorito dos fãs na antologia, o retorno de Peters para a décima temporada certamente trará de volta a emoção de American Horror Story após a recepção morna em 1984. Antecipando seu novo personagem, é o momento perfeito para olhar para as performances de Peters nas temporadas anteriores. O ator sentou-se com EW em 2019 para discutir seus cinco episódios favoritos das temporadas em que esteve envolvido, então aqui está um resumo do que eles são e por que deixaram Peters tão impressionado.

Murder House: ‚ÄúRubber Man‚ÄĚ

American Horror Story¬†temporada 1¬†epis√≥dio 8, ‚ÄúRubber Man‚ÄĚ √© um dos epis√≥dios de menor audi√™ncia de¬†Murder House¬†, com apenas 58%¬†no Rotten Tomatoes, mas √© um dos cinco favoritos de Evan Peters. Revela um dos maiores mist√©rios de toda a temporada: a identidade do hom√īnimo Rubber Man. A figura mascarada que estuprou Vivien Harmon √© revelada como o pr√≥prio personagem de Peters, Tate, tendo sido convencido a conceber um filho por sua pseudo-figura materna, a fantasma Nora Montgomery (Lily Rabe), que est√° desesperada para ter seu beb√™ de volta.

Embora a¬†¬†estrela de AHS , Jessica Lange, esteja notavelmente ausente do epis√≥dio, √© importante dar mais hist√≥ria aos fantasmas que habitam a casa. O traje de borracha foi revelado como o traje sexual de Chad (Zachary Quinto) que ele comprou para apimentar seu casamento com Patrick. O casal revela que n√£o vai ter um filho, ent√£o Tate veste o traje e os mata, pois eles n√£o s√£o mais √ļteis no plano de Tate e Nora. O outro enredo principal envolve Nora e Hayden (Kate Mara) tentando levar Vivien √† loucura com poltergeists para que eles possam roubar os beb√™s g√™meos quando ela for levada embora. O personagem de Peters foi fundamental para ambas as hist√≥rias do epis√≥dio e revelou muito sobre a tortura psicol√≥gica que ele sofreu e perpetrou desde sua morte.

Asylum: ‚ÄúWelcome To Briarcliff‚ÄĚ

Um dos epis√≥dios mais amados de Evan Peters √© o¬†epis√≥dio de estreia de AHS: Asylum, que apresenta seu novo personagem Kit Walker como um cara aparentemente normal, uma mudan√ßa em compara√ß√£o com a alma perturbada que ele interpretou na temporada anterior. A ressalva √© que Kit √© preso depois que sua esposa √© aparentemente abduzida por alien√≠genas e ele √© acusado de ser o assassino em s√©rie Bloody Face e, portanto, √© internado na institui√ß√£o mental fict√≠cia de Briarcliff Manor. O manic√īmio √© administrado pela igreja cat√≥lica, chefiada pela irm√£ Jude (Lange), e est√° sujeito √† investiga√ß√£o da rep√≥rter Lana Winters (Paulson), que busca expor os maus tratos de Briarcliff aos pacientes.

A segunda temporada de AHS¬†√© o coment√°rio de Murphy sobre a natureza cruel das institui√ß√Ķes para doentes mentais, como a sociedade americana trata as doen√ßas mentais e o envolvimento desumano da igreja nas pr√°ticas das institui√ß√Ķes. Mesmo no¬†primeiro epis√≥dio de Asylum, ‚ÄúWelcome to Briarcliff‚ÄĚ, os telespectadores s√£o lembrados de como, n√£o muito tempo atr√°s, a cultura americana dos anos 1960 condenou a homossexualidade ao ostracismo e, sem reprova√ß√£o, permitiu que atrocidades brutais fossem cometidas contra seres humanos.

Freak Show: ‚ÄúMonsters Among Us‚ÄĚ

A quarta temporada de American Horror Story,¬†Freak Show, leva os espectadores de volta a um lado distorcido da vida americana no in√≠cio dos anos 1950 na Fl√≥rida. Freak Show¬†documenta a obsess√£o americana com a ‚Äúalteridade‚ÄĚ e as diferen√ßas naturais que assustam as pessoas, promovendo o jeito americano de explora√ß√£o com ‚Äúshows de aberra√ß√Ķes‚ÄĚ de trupe de circo popularizados por PT Barnum. Elsa Mars (Lange) lidera um grupo de pessoas com deformidades em um circo itinerante, encontrando personalidades muito mais sobrenaturais e exploradoras ao longo do caminho.

Evan Peters descreveu o primeiro epis√≥dio ‚ÄúMonsters Among Us‚ÄĚ como um de seus cinco favoritos de toda a s√©rie. O personagem de Peters, Jimmy Darling, √© apresentado como um jovem com sindactilia que lhe d√° o apelido de ‚ÄúM√£os de Lagosta‚ÄĚ. Elsa re√ļne um grupo de pessoas dispostas a expor suas deformidades para obter lucro, e Peters √© destaque em um elenco que inclui uma senhora barbada (a m√£e de Jimmy) e g√™meas siamesas. A estreia traz de volta as ricas socialites brancas da Fl√≥rida que ficam felizes em ver pessoas condenadas ao ostracismo, embora um participante mais sinistro acabe se tornando um assassino psicopata abusando da trupe. ‚ÄúMonsters Among Us‚ÄĚ tamb√©m √© um favorito do showrunner Murphy por causa do contraste pitoresco suburbano com o assassinato brutal de um casal por Twisty, o Palha√ßo.

Hotel: ‚ÄúDevil‚Äôs Night‚ÄĚ

Embora apresentado em um papel menos substancial do que nos anos anteriores, o epis√≥dio da quinta temporada ‚ÄúDevil‚Äôs Night‚ÄĚ √© outro favorito de Evan Peters. American Hotel Story:¬†Hotel¬†segue uma hist√≥ria de base semelhante √†¬†Murder House, onde aqueles que morrem no hotel permanecem l√° para a eternidade. Uma das temporadas mais tem√°ticas ainda,¬†Hotel¬†√© baseado no Los Angeles Cecil Hotel da vida real, onde v√°rios assassinatos misteriosos, suic√≠dios e incidentes violentos ocorreram. Peters interpreta o falecido propriet√°rio do hotel, James Patrick March, cuja natureza de serial killer deu in√≠cio √† aura maligna do Hotel Cortez na d√©cada de 1920.

‚ÄúDevil’s Night‚ÄĚ √© um dos epis√≥dios mais interessantes para verdadeiros f√£s do crime, apresentando um jantar oferecido em mar√ßo, onde prol√≠ficos assassinos em s√©rie americanos que se hospedaram no hotel antes de suas mortes se re√ļnem anualmente para celebrar seus crimes. Os convidados psicopatas incluem John Wayne Gacy,¬†Richard Ramirez (que voltou em¬†AHS:¬†1984), Aileen Wuornos, Jeffrey Dahmer e o mascarado Zodiac Killer. Os serial killers realizam uma matan√ßa ritual√≠stica para “sobremesa” antes de partirem at√© a v√©spera do Halloween do ano seguinte.

Cult: ‚ÄúCharles (Manson) In Charge‚ÄĚ

A s√©tima temporada de¬†American Horror Story¬†faz uma pausa nas tropas de terror que causam pesadelos para se concentrar nas consequ√™ncias em tempo real da elei√ß√£o presidencial de 2016. Ryan Murphy avan√ßa as diretrizes de horror para os cultos que atormentaram a sociedade americana, incluindo Charles Manson, nazistas, Heaven’s Gate e Jim Jones para o culto moderno de Trump. Evan Peters tem um papel central na temporada como Kai Anderson, um homem de estrema direita que apoia Trump e se torna um l√≠der de culto com inspira√ß√£o em¬†Charles Manson, uma figura que Peters tamb√©m retrata brevemente.

Evan Peters revelou que seu favorito da temporada √© o pen√ļltimo epis√≥dio ‚ÄúCharles (Manson) in Charge‚ÄĚ, que se concentra em Kai. Este epis√≥dio de uma hora apresenta Peters em quase todas as cenas e o intenso trabalho que foi feito para fazer o epis√≥dio teve um efeito duradouro no ator. Este epis√≥dio¬†da American Horror Story¬†detalha Kai enquanto ele se formula como um novo l√≠der de culto com foco em elogiar Trump, reunindo homens brancos furiosos e criando uma comunidade t√≥xica que reflete Charles Manson quase 50 anos antes.

Fonte: Looper: Endless Entertainment

Evan Peters √© um dos atores mais queridos da franquia “American Horror Story”. Embora ele j√° estivesse em v√°rios projetos antes de “AHS”, incluindo “Sleepover” como Russell e “Kick-Ass” como Todd, n√£o h√° d√ļvida de que a popular antologia de terror deu a Peters sua merecida ascens√£o √† fama. Peters normalmente interpreta personagens perturbadores, que ele j√° confessou que o afetaram emocionalmente. Em 2018, ele disse √† GQ: “Sou bobo, bobo, gosto de me divertir. Eu n√£o gosto de gritar e berrar. Eu realmente odeio isso. Eu acho nojento e realmente horr√≠vel e tem sido um desafio para mim. ‘Horror Story’ meio que exigia isso de mim.”

Apesar dos desafios que ele enfrentou, Peters ganhou toneladas de reconhecimento por sua interpreta√ß√£o de personagens complexos em “AHS”, incluindo um garoto de fraternidade que virou zumbi e um l√≠der de culto bizarro. Um de seus pap√©is mais not√≥rios foi o de um serial killer chamado James March na 5¬™ temporada, intitulada “AHS: Hotel”. Peters trouxe com sucesso o personagem maligno e assustador √† vida e foi indicado ao Pr√™mio Fangoria Chainsaw de Melhor Ator Coadjuvante na Televis√£o por isso.

Enquanto os fãs ficaram emocionados com a interpretação de March de Peters, ele originalmente deveria interpretar um personagem muito diferente na série.

 

Evan Peters foi originalmente escalado como um jovem amante

Em uma entrevista de 2016, Peters explicou que originalmente interpretaria o personagem Tristan Duffy, um modelo masculino que √© um dos brinquedos de meninos da Condessa (Lady Gaga). Quando Deadline perguntou a Peters quais desafios ele enfrentou durante “AHS: Hotel”, ele confessou: “Bem, o ano passado foi muito dif√≠cil quando consegui o papel. Eu originalmente iria interpretar Tristan e ent√£o de √ļltima hora, Ryan [Murphy] estava tipo, ‘Voc√™ interpretaria esse cara, Sr. March?’ E eu disse, ‘Oh merda. N√£o sei se consigo fazer isso. Peters continuou explicando a pesquisa que fez para o papel para que pudesse imitar com precis√£o o sotaque de um magnata dos neg√≥cios dos anos 1930, incluindo assistir a filmes da √©poca.

Tristan foi finalmente remodelado e Finn Wittrock ganhou o papel, enquanto Peters interpretou o muito mais sinistro Sr. March. Embora n√£o haja d√ļvidas de que Peters teria feito um √≥timo trabalho como Tristan, √© dif√≠cil imagin√°-lo interpretando qualquer outra pessoa que n√£o fosse James March em “Hotel”. A d√©cima temporada de “AHS” est√° se aproximando rapidamente, e Peters est√° voltando depois de fazer uma pausa na s√©rie perturbadora. Estamos ansiosos para ver que personagem exc√™ntrico ele interpretar√° a seguir.

 

Fonte: E!

Mare of Easttown

Sim, Kate Winslet é incrível em tudo o que faz Рentão é realmente necessário um verdadeiro talento como Evan Peters para quase ofuscar uma vencedora do Oscar. Ainda estamos abalados com a morte prematura do Detetive Colin Zabel (Peters) (e foi logo depois que ele convidou Mare de Winslet para um encontro!), Mas apenas adicione isso às muitas reviravoltas da série chocante da HBO. Nós somos stan de Zabel, vivo ou morto.

 

WandaVision

Pietro est√° de volta! Wanda (Elizabeth Olsen) ficou maravilhada ao ver seu g√™meo Pietro Maximoff (Peters) aparecer em seu mundo de sonho. No entanto, seu irm√£o n√£o era o que parecia – na realidade, a reencarna√ß√£o de Pietro era apenas o vizinho Ralph Bohner sob controle mental – mas seu doce reencontro foi mais emocionante gra√ßas √† atua√ß√£o dedicada de Peters. Os f√£s do Multiverso Marvel podem ter ficado desapontados porque o elenco n√£o foi um Easter egg para o Merc√ļrio de ‚ÄčX-Men‚Äč‚Äč (est√° tudo bem se voc√™ est√° confuso tamb√©m), mas certamente o queremos de volta se houver uma segunda temporada de WandaVision. E n√£o, esta n√£o √© a primeira vez que Peters interpreta um homem morto que volta √† vida…

 

Xmen

Por falar em¬†X-Men, ele¬†come√ßou a interpretar o Merc√ļrio de fala (e movimentos) r√°pidos em 2014. Seus gracejos ir√īnicos e entrega impass√≠vel apenas lembraram aos f√£s que Peters √© secretamente um comediante – mas ele realmente pode fazer tudo, mesmo na velocidade da luz.

 

American Horror Story

Tudo bem, verdade seja dita, achamos que Tate Langdon era um gostoso. N√£o porque ele era um assassino (qual √©, n√£o somos¬†t√£o¬†malucos aqui), mas porque a atua√ß√£o de Peters foi emocionalmente envolvente. Desde a primeira temporada de¬†American Horror Story¬†em 2011, Peters ficou cada vez melhor… tanto como ator quanto como gostoso.

 

…Por uma d√©cada assustadora inteira

Ele até faz o garoto da fraternidade parecer fofo! O  crossover de AHS 8 não foi páreo para o morto-vivo Kyle Spencer.

 

Pose

O ator¬†se reuniu com o produtor da¬†AHS¬†,¬†Ryan Murphy,¬†para a s√©rie da FX¬†Pose,¬†ambientada na cena da moda de sal√£o de baile de Nova York dos anos 80. Embora Peters n√£o conseguisse se identificar com seu personagem Stan, ele nos fez desmaiar novamente durante uma entrevista √†¬†GQ , durante a qual chamou o papel de “desolador”. Ele passou a chamar a s√©rie de “uma enorme experi√™ncia de aprendizado” trabalhando com a comunidade transg√™nera. ‚Äú√Č uma comunidade incrivelmente forte e tiveram que lidar com problemas muito maiores do que qualquer coisa que eu j√° tive‚ÄĚ, continuou Peters. “Isso s√≥ me fez mais humilde.”

 

American Animals

Baseado em um verdadeiro roubo de livro raro,¬†American Animals¬†foi um filme aclamado pela cr√≠tica, mesmo que silencioso. Peters,¬†√© claro, rouba mais do que apenas livros da biblioteca em seu papel. Estamos falando sobre nossos cora√ß√Ķes, gente! N√£o √© de se admirar que ele tenha sido vinculado a mais de uma co-estrela do passado…

 

The Office

Foi apenas um epis√≥dio, mas sua presen√ßa na s√©rie ic√īnica¬†The Office¬†ainda vale um elogio. Peters se encaixou perfeitamente com Michael Scott (Steve Carrell) e sua equipe como o sobrinho est√ļpido de Michael que conseguiu um emprego por meio de (o que mais?) Nepotismo. Basta contar Peters entre as muitas outras participa√ß√Ķes especiais de celebridades¬†em¬† The Office! Talvez ele at√© apare√ßa em uma poss√≠vel reuni√£o.

 

Kick-Ass

Ele¬†foi apropriadamente chamado de Ass Kicker em¬†Kick-Ass 2, ap√≥s ser um ajudante de apoio no primeiro filme. Curiosidade: ele tamb√©m compartilhou o papel de Merc√ļrio¬†* verificando nossas anota√ß√Ķes sobre a hist√≥ria da Marvel *¬†com o¬†co-astro Aaron Johnson. Multiversos, cara.

 

One Tree Hill

Embora provavelmente não seja o personagem mais importante em One Tree Hill vamos combinar, definitivamente não РJack ainda marcou uma virada crucial na sexta temporada da série. Com pais adotivos, confrontos de armas e um enredo de melhor amigo que virou relacionamento amoroso de Sam (Ashley Walker), a temporada de Peters com certeza foi repleta de drama.

 

Sleepover

Finalmente, qualquer desculpa para mencionar o filme adolescente insanamente subestimado,¬†Sleepover. Esta foi sua segunda apari√ß√£o em um filme no mesmo ano em que estreou nas telas, e Peters interpretou um nerd adolescente irritante perfeitamente. Procure o n√ļmero de dan√ßa dele e voc√™ definitivamente n√£o se arrepender√°.

 

Fonte: Gold Derby

Apesar das in√ļmeras nomea√ß√Ķes para atua√ß√£o recebidas por v√°rios atores que estrelaram a longa s√©rie de antologia de Ryan Murphy na FX “American Horror Story“,¬†Evan Peters, que apareceu em oito temporadas at√© agora, nunca foi nomeado por nenhuma de suas atua√ß√Ķes na s√©rie. Alguns acham que ele j√° deveria ter recebido o reconhecimento do Emmy h√° muito tempo e, embora n√£o venha este ano, uma vez que o programa n√£o √© eleg√≠vel, o ator de 34 anos ainda tem a chance de conseguir sua primeira indica√ß√£o ao Emmy gra√ßas √† sua participa√ß√£o em uma miniss√©rie: o emocionante mist√©rio da HBO, ‚ÄúMare of Easttown‚ÄĚ.

Criado por Brad Ingelsby, o programa, que recebeu ótimas críticas e teve uma audiência semanal crescente desde a estreia em meados de abril, é estrelada por Kate Winslet como Mare Sheehan, um sargento detetive rude que investiga a morte de uma mãe adolescente e o desaparecimento de outra garota em uma pequena cidade perto da Filadélfia, onde todos se conhecem. Peters aparece pela primeira vez no segundo episódio como Colin Zabel, um jovem, mas competente detetive do condado que é chamado para ajudar Mare em sua investigação. Infelizmente, o personagem encontrou sua morte prematura no quinto episódio da série, quando foi baleado na cabeça. Foi um momento chocante e um final particularmente trágico para Zabel, que estava apenas tentando o seu melhor.

Enquanto Zabel n√£o ser√° capaz de ajudar Mare a resolver nenhum assassinato, Peters, que tamb√©m estrelou na miniss√©rie da Disney + “WandaVision” no in√≠cio deste ano, est√° atualmente em¬†12¬ļ lugar na lista da Gold Derby¬†na corrida para o ator coadjuvante em uma miniss√©rie ou filme de TV. Seu desempenho foi forte durante todo o show, mas a morte recente do personagem parece ter colocado Peters no radar de todos, j√° que ele tem crescido constantemente nas chances nos √ļltimos dias. Ele estava em 16¬ļ lugar em 27 de abril e 15¬ļ em 17 de maio, um dia ap√≥s a morte de Zabel. Quanto mais pessoas acompanharem o show, √© poss√≠vel que ele suba ainda mais.

Claro, se Peters quer ter uma chance no Emmy ou at√© mesmo uma indica√ß√£o, ele tem muito o que fazer em uma categoria liderada por¬†John Boyega¬†(“Small Axe”), que levou para casa o Globo de Ouro e o Critics Choice Award, este √ļltimo na categoria principal, por sua atua√ß√£o na antologia de¬†Steve McQueen. O restante dos principais contendores s√£o¬†Donald Sutherland¬†(“The Undoing”),¬†Bill Camp¬†(“The Queen’s Gambit”),¬†Brendan Gleeson¬†(“The Comey Rule”),¬†Daveed Diggs¬†(“Hamilton”) e¬†Courtney B. Vance¬†(” Genius: Aretha ‚ÄĚ).

Apesar dos grandes nomes √† sua frente – e embora ele tenha que ultrapassar um punhado de outras pessoas para fazer isso – Peters definitivamente tem uma boa chance de conseguir seu primeiro lance para o Emmy aqui. Gleeson foi indicado ao Globo de Ouro por sua atua√ß√£o como¬†ex-presidente Donald Trump, mas ‚ÄúThe Comey Rule‚ÄĚ de uma maneira geral teve um desempenho inferior. Enquanto isso, ‚ÄúGenius: Aretha‚ÄĚ passou totalmente despercebido quando foi ao ar em mar√ßo e os √ļnicos atores indicados para a antologia Nat Geo no passado foram os principais atores, o que n√£o √© necessariamente um bom press√°gio para Vance, mesmo ele sendo um ex-vencedor do Emmy.

Tamb√©m trabalhando a favor de Peters aqui est√° o fato de que ele est√° representando um contra o tipo, o que mostra sua versatilidade e o ajuda a se destacar mais do que ele teria normalmente – e em um n√≠vel superficial, ele se livrou de sua marca registrada para o papel. E ele estar√° mais fresco na mente dos eleitores do Emmy tamb√©m. A janela de elegibilidade se encerra em 31 de maio e o per√≠odo de vota√ß√£o para indica√ß√Ķes vai de 17 a 28 de junho. Em outras palavras, o pico de Peters pode estar come√ßando no momento certo.